Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

CTA Meio Ambiente

  • +55 (27) 3345-4222

  • usa
  • bra

 
  HOME » QUEM SOMOS - RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

VÍDEO INSTITUCIONAL

27 de fevereiro de 2014

CTA apoia exposição de bonsais

«
»

A arte milenar oriental de cultivo de árvores em miniatura ganhou espaço na Exposição de Bonsais. O evento inédito na Capital capixaba, reuniu mais de 10 expositores na Praça da Ciência e teve como objetivo criar um ambiente exclusivo para divulgação e exposição dessas plantas no Espírito Santo, bem como reunir os cultivadores para formar o Bonsai Clube Capixaba.

Segundo o bonsaista Filipe Henrique, um dos organizadores do evento, a exposição realizada no último final de semana de fevereiro atraiu adeptos para a técnica de cultivo que teve origem na China e se desenvolveu amplamente no Japão. “Estimo que na Grande Vitória haja mais de 100 bonsaistas. Mas o número de interessados é bem maior. São pessoas que tentam, mas não têm instruções corretas de como manter e cultivar um bonsai”, relatou Filipe.

A Exposição de Bonsais contou com o apoio do CTA - Meio Ambiente. A fim de demostrar um pouco do que seria o evento, bonsais foram expostos e apreciados pela equipe da empresa na semana que antecedeu a mostra. A coordenadora da Qualidade, Vanessa Vigiani que conferiu a demonstração feita na Sede do CTA, não só foi ao evento, mas levou também sua mãe para conhecer mais sobre os bonsais, assim como as técnicas adotadas. “Ficamos encantadas com o que vimos. É curioso como plantas que só conhecíamos no tamanho natural ficam em tamanhos menores e ainda dão frutos. Minha mãe se animou para cultivar um bolsai, já que aprendemos na exposição que o tamanho da planta é definido de acordo com vontade do bonsaista.”

O Bonsai

Conforme Filipe Henrique, apesar de muitas vezes ser descrito como uma escultura viva, o bonsai vai além de uma escultura em vários aspectos. “Em uma escultura, está sempre bem definido quando o artista conclui seu trabalho. Já no bonsai, o tempo é algo que acrescenta beleza e influencia no seu formato, tornando uma arte em constante transformação. O bonsaista precisa entender não só a planta, mas a natureza em sua complexidade e exuberância para poder representa-la de maneira fiel e harmoniosa”, concluiu.

« VOLTAR