Atenção: Esse site só pode ser visualizado perfeitamente em um browser que suporta Web Standards. É recomendável que você atualize o seu browser clicando aqui. Obrigado e desculpe o transtorno.

CTA Meio Ambiente

  • +55 (27) 3345-4222

  • usa
  • bra

 
  HOME » O QUE FAZEMOS » Monitoramentos

Fauna

Os programas de monitoramento da fauna silvestre são regulamentados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) por meio da Instrução Normativa n° 146/2007. O objetivo da mesma é estabelecer os critérios relativos ao manejo de fauna silvestre em áreas de influência de empreendimentos e atividades consideradas efetiva ou potencialmente causadoras de impactos à fauna que são sujeitas ao licenciamento ambiental, como definido pela Lei n° 6938/1981 e pelas Resoluções CONAMA n° 001/1986 e n° 237/1997.

O monitoramento consiste em ações de acompanhamento da fauna com intuito de avaliar as populações ocorrentes em uma determinada região ou habitat onde são abordados diversos parâmetros biológicos. As atividades podem ocorrer em caráter acadêmico ou de acordo com as exigências do órgão ambiental fiscalizador, podendo ser executadas antes, durante e após a instalação de um empreendimento potencialmente causador de impacto. Os dados apresentados no estudo visam avaliar os possíveis impactos e alterações antrópicas e seus efeitos sobre as comunidades biológicas.

O CTA por meio de uma Coordenação de Fauna e Flora dispõe de uma equipe técnica qualificada de forma a fornecer aos seus clientes qualidade e excelência nos serviços prestados.

Resgate

O Programa de Salvamento de Fauna Silvestre denominado “Resgate de Fauna” foi regulamentado pelo órgão ambiental federal, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), por meio da Instrução Normativa n° 146/2007. O objetivo da mesma é estabelecer os critérios para procedimentos relativos ao manejo de fauna silvestre em áreas de influência de empreendimentos e atividades consideradas efetiva ou potencialmente causadoras de impactos à fauna que são sujeitas ao licenciamento ambiental, como definido pela Lei n° 6938/1981 e pelas Resoluções CONAMA n° 001/1986 e n° 237/1997.

O resgate de fauna consiste em ações diretas voltadas à captura, coleta, transporte e destinação de animais que apresentam dificuldades naturais de locomoção ou estejam debilitados, provenientes direta ou indiretamente de uma área impactada para um ambiente de recuperação ou refúgio natural. Os programas de salvamento são realizados com o objetivo de minimizar os impactos dos empreendimentos sobre as comunidades biológicas locais, garantindo assim as interações ecológicas e o equilíbrio dos ecossistemas naturais, além de contribuir para a preservação do patrimônio genético das populações das espécies de interesse encontradas na área do empreendimento. Durante a instalação ou execução de um empreendimento com atividades caracterizadas como potencialmente poluidoras – onde haja necessidade de remoção de solo, supressão vegetal ou alteração paisagística – são exigidos os programas de salvamento da fauna silvestre pelo órgão ambiental fiscalizador (IBAMA).

O CTA por meio de uma Coordenação de Fauna e Flora dispõe de uma equipe técnica qualificada de forma a fornecer aos seus clientes qualidade e excelência nos serviços prestados.

«
»
« VOLTAR